As frases da semana

    0
    548

    Algumas decisões na Copa Libertadores e o desfecho emocionante das quartas de final da UEFA Champions League e da UEFA Europa League são os grandes destaques da semana. O FIFA.com faz um resumo das melhores frases do período.

    “Não dá pra escolher adversário. Vamos tentar ficar em segundo para termos sempre a vantagem de jogar em casa, menos com o Atlético-MG – disse o zagueiro”, Paulo André, zagueiro do Corinthians, projetando o que vem pela frente na Libertadores.

    “Somos um grupo e demos a volta por cima. Todos estão de parabéns, torcida, jogadores, comissão técnica e departamento médico. A torcida ajuda bastante e eu espero que continue assim”, Henrique, capitão do Palmeiras, após a classificação à próxima fase da Libertadores.

    “Quem joga para empatar, normalmente perde. Prefiro jogar para ganhar e, se o empate acontecer, sairemos de lá classificados. Tem que deixar a coisa acontecer naturalmente. Podemos chegar lá e fazer um grande jogo. A equipe hoje é muito mais madura, já jogamos fora algumas vezes”,Vanderlei Luxemburgo, técnico do Grêmio, sobre a situação do time na última rodada da Libertadores.

    “Não há tranquilidade no nosso grupo na Libertadores. Em apenas dois jogos os mandantes venceram. Agora vamos mudar o foco e pensar no Fla-Flu de domingo. Temos que analisar bem, porque o jogo contra o Caracas é decisivo. Se tornou o jogo do ano para nós “, Abel Braga, técnico do Fluminense, após o empate com o Grêmio

    “Vamos ter o segundo jogo em casa, lá na Vila. Se aqui é o caldeirão deles, lá é o nosso. Na Vila Belmiro é que o ‘bicho’ pega”, Neymar, atacante do Santos, após o empate em 2 a 2 com o Flamengo-PI, pela Copa do Brasil.

    “Acho que o Brasil tem muitos jogadores acima da média e uma geração mais jovem que tem um potencial absurdamente grande. Temos que aproveitar o máximo dessa qualidade e montar uma equipe que bata de frente com essas outras seleções que vêm se destacando. Além disso, teremos um fator primordial, que é a nossa torcida a favor”, Fred, atacante do Fluminense e do Brasil, em entrevista ao FIFA.com

    “Talvez não fosse possível eliminar o Real, mas merecemos o respeito do mundo inteiro. Espero que ganhem a Champions League, para que possamos dizer que fomos eliminados pelo campeão”, Fatih Terim, treinador do Galatasaray, após ter sido eliminado pelo Real Madrid.

    “Não tive tempo para ficar nervoso. Não tenho tempo para ficar nervoso enquanto oriento a minha equipe. Sei que o Galatasaray é forte. Mentalmente é forte. Hoje não entraram com 11 jogadores, mas sim com 50.000 torcedores incríveis. Foi duro, mas esta noite mereceram ganhar”, José Mourinho, treinador do Real Madrid, após a derrota com o Galatasaray que não impediu a classificação para as semifinais da Liga dos Campeões.

    “Não consigo explicar o que senti depois dos dois gols no final. Acho que preciso ir ao médico! Parece que ganhamos o troféu. Se jogarmos como hoje, não vamos ganhar a Champions League, mas se jogarmos o que sabemos, e com a paixão que mostramos hoje, então sim, podemos sonhar com isso”, Jurgen Klopp, técnico do Borussia Dortmund, após o triunfo sobre o Málaga, nas quartas de final da Liga dos Campeões.

    “Podem dizer que as derrotas são cruéis, é certo, mas não concordo. É doloroso após o grande jogo que realizamos. Dizem que o Dortmund é a equipe que pratica o melhor futebol na Europa e terminou a cruzar bolas para a grande área. De qualquer forma, há que dar os parabéns ao nosso rival”,Manuel Pellegrini, técnico do Málaga após a derrota com o Dortmund.

    “Partimos para este jogo com muitos jogadores ausentes, mas mostramos a classe necessária para alcançar o nosso objetivo. Estamos muito felizes e, mais uma vez, orgulhosos pela classificação para as semifinais e por termos eliminado o PSG”, Jordi Roura, treinador-adjunto do Barcelona, após a eliminatória com o Paris Saint-Germain.

    “Existe lamento e orgulho. Fizemos tudo ao nosso alcance para ganhar. A nossa equipe mostrou qualidade, caráter, bravura. Jogamos muito bem. Defendemos bastante e quando tínhamos a bola fizemos o melhor uso dela. No fim de contas, estou desiludido”, Carlo Ancelotti, treinador do PSG.

    “Foi complicado, sobretudo nos últimos vinte minutos, depois do Newcastle marcar. Na primeira parte fomos sempre nós que comandámos o jogo. No final, os adeptos do Newcastle aplaudiram o Benfica. Também por isso foi um apuramento maravilhoso”, Jorge Jesus, técnico do Benfica, após o apuramento para as semifinais da UEFA Europa League.

    “Não esperava a convocação, achava que não havia tempo hábil… Foi tudo muito rápido. Os dirigentes do Atlante me liberaram. Cheguei, treinei e marquei um gol que nos permitiu colocar o Chile na posição que merece, na zona de classificação”, Esteban Paredes, atacante chileno ao FIFA.com.

    “O objetivo é, antes de mais nada, chegar à final. Isso é o importante e não vai ser nada fácil. Em seguida, iremos buscar esse terceiro Mundial, que seria histórico para o clube”, Aldo De Nigris, atacante mexicano do Monterrey, sobre a Liga dos Campeões da CONCACAF. 

    “É impressionante o que o Bayern fez esta temporada. Ser campeão com tamanha vantagem e antecedência em um campeonato tão equilibrado, é algo extraordinário. Quero dar os parabéns ao Basti (Schweinsteiger), ao time e ao técnico (Jupp Heynckes) pelo ótimo trabalho. Sei que eles trabalharam pesado nos bastidores para chegar lá”, Usain Bolt, recordista mundial dos 100m e 200m.

    Nas redes sociais:
    “Futebol é mágico ou terrivelmente cruel. Depende apenas para que lado você está torcendo. Obrigado a Dortmund e Málaga pelo espetáculo”, Bixente Lizarazu, campeão mundial com a Françaem 1998, em sua conta do Twitter.

    Facebook Plugins

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.