China já registra mais de 103 casos da gripe H7N9 e 20 mortos

    0
    515

    A China contabiliza mais de 103 casos da nova gripe aviária, transmitida pelo vírus H7N9, e as mortes chegam a 20. No fim de semana, foram confirmadas mais seis pessoas contaminadas pelo vírus. A idade das pessoas que morreram varia de 58 a 81 anos. Em Xangai, segundo as autoridades chinesas, três homens contaminados pelo vírus conseguiram se recuperar e receberam alta médica.

    As autoridades e os especialistas, no entanto, ainda não confirmam se há contágio da doença entre pessoas. Por enquanto, as formas de contaminação do novo vírus estão sendo investigadas. O diretor do Centro de Emergência para Prevenção e Controle de Doenças, Feng Zijian, disse, na semana passada, que o governo avalia a elaboração de um plano de resposta para o caso de uma pandemia.

    Para o chefe de Epidemiologia de um hospital chinês, Zeng Guang, a transmissão humana só ocorre “por um período” e “pode se restringir ao âmbito familiar”. O epidemiologista – que baseia as hipóteses em estudos e experiências com o vírus H5N1 (que circula em alguns países da Ásia e Norte da África desde 2005 e sua transmissão entre humanos é rara) – destacou que a população chinesa “não deve entrar em pânico” e que os casos de contágio entre humanos não se converterão em pandemia.

    Na última semana, o representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) na China, Michael O´Leary, disse que “não havia informação suficiente” para determinar se há realmente contágios entre pessoas. (Com NHK)

    Facebook Plugins

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.