Guarulhos-Noticias/Gng Guarulhos-Noticias/Gng Gru Guarulhos Home GnG Gru Guarulhos Júri de Bola será para leitura do processo; dia tende a “irritar” jurados, diz especialista

Júri de Bola será para leitura do processo; dia tende a “irritar” jurados, diz especialista

O quinto dia de julgamento do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, terá a leitura de peças do processo que relata o sumiço de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes, já condenado pelo crime.

O DIA A DIA DO JÚRI

22 de abril
Defesa de Bola tenta desqualificar investigação policial no primeiro dia do júri
23 de abril
“Promotor afirma que defesa de Bola quer culpar outro ex-policial por morte de Eliza
24 de abril
Advogado de defesa alega cansaço, e juíza suspende depoimento para o dia seguinte
25 de abril
Promotoria e advogado de defesa trocam ofensas
O júri popular de Bola é realizado no salão do júri do fórum Doutor Pedro Aleixo, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte.

A juíza Marixa Fabiane Lopes Rodrigues, ao tomar conhecimento do pedido da defesa do réu para a leitura dos laudos pelo menos 200 páginas, tentou ponderar com os advogados que, por sua vez, disseram ser imprescindível a leitura aos jurados. Essa etapa, que começa às 9h, deverá consumir boa parte do dia de hoje.

O promotor de Justiça Henry Castro, que representa a acusação, presume que os trabalhos de leitura, feita em voz alta para o corpo de jurados, deverão ser finalizados entre 8h e 10h. Por sua vez, a apreciação das peças pedida pela Promotoria deverá consumir mais uma hora.

A magistrada, no final da sessão de ontem, avisou aos jurados (quatro homens e três mulheres) que o julgamento não terminaria hoje, data prevista anteriormente, e determinou que fossem colocados à disposição deles um telefone, monitorado por oficiais de Justiça, para que pudessem avisar as suas famílias sobre a possibilidade do envio de roupas e medicamentos controlados para quem faz uso deles.

A magistrada ainda não decidiu se suspende os trabalhos no fim de semana ou se estabelece uma sessão no sábado (27).

“Enfadonho”
Para o promotor Francisco Santiago, um dos mais experimentados do Estado e com atuação em pelo menos mil júris, a estratégia da defesa, ao solicitar a produção da análise dos documentos para os jurados, pode irritá-los. Para ele, o dia do júri hoje será “enfadonho”.

“Coloque-se no lugar deles. Não há nenhum efeito prático nisso. A leitura é muito técnica. É difícil para um leigo acompanhar. A tendência é que eles fiquem mais cansados e irritados”, disse Santiago, que não atua no caso, mas esteve nesta quinta-feira (25) no fórum de Contagem, acompanhando o julgamento.

“Os jurados até pediram para a juíza encerrar a sessão e não iniciar a leitura das peças. Isso é um sinal que a defesa tem de observar”, disse. Santiago ainda afirmou que a decisão da defesa cria um “clima ruim”.

“Eu fui jurado por 13 anos. Essa coisa maçante cria um clima ruim entre os jurados contra a defesa do réu”, disse.

Sono
O promotor disse que, caso qualquer um dos jurados cochile durante a leitura, os oficiais de Justiça são orientados a reanimá-lo. “Eles oferecem uma água, um café e até mesmo solicitam a interrupção dos trabalhos para que a pessoa se recomponha”, disse.

Segundo ele, não há a chance de o julgamento correr o risco de ser anulado ante a possibilidade de um jurado dormir no plenário após longo período da leitura técnica.

Veja vídeos sobre o julgamento do caso Eliza Samudio – 26 vídeos

24.abr.2013 – Defesa de Bola tenta desqualificar delegado

23.abr.2013 – Preso diz que Bola afirmou ter matado Eliza

22.abr.2013 – Julgamento de Bola tem atraso de 6 horas

22.abr.2013 – Começa julgamento de Bola, em Contagem (MG)

8.mar.2013 – Condenação: defesa e acusação devem recorrer

8.mar.2013 – Bruno não esboça reação diante da condenação

8.mar.2013 – Bruno é condenado a mais de 22 anos de prisão

8.mar.2013 – Ex-mulher de Bruno é absolvida

7.mar.2013 – Julgamento é chamariz de curiosos e vendedores

7.mar.2013 – “Eu não mandei, mas aceitei”, diz Bruno

7.mar.2013 – Depoimento de Bruno não ajuda a reduzir a pena

6.mar.2013- Bruno diz que não é mandante, mas sabia da morte

6.mar.2013 – Bruno levou Eliza até o local de sua morte

6.mar.2013 – Mãe de Eliza diz que defesa quer atingi-la

5.mar.2013 – Bruno ordenou morte, diz ex de Macarrão

5.mar.2013 – Mãe de Eliza não quer acordo com Bruno

5.mar.2013 – Veja resumo do segundo dia de julgamento

4.mar.2013 – Bruno chora e defesa contesta certidão de óbito

4.mar.2013 – Mãe de Eliza se emociona ao ver foto da filha

4.mar.2013 – Defesa de Bruno dispensa testemunha

4.mar.2013 – Bruno pode confessar para reduzir a pena

4.mar.2013 – Manifestantes aglomeram-se no fórum

4.mar.2013 – Relembre o caso Eliza Samudio

2.mar.2013 – Ex-namorada de Macarrão acusa Bruno por morte

1º.mar.2013 – Saiba como será julgamento de Bruno e Dayanne

24.nov.2012 – Macarrão é condenado pela morte de Eliza
Próximo
Anterior
Comunicar erroImprimir
UOL CLIQUES
Plástica é Master Health
Os melhores profissionais para você conseguir o corpo que sempre sonhou
www.Masterhealth.com.br
Anuncie aqui
COMENTÁRIOS 3