Guarulhos-Noticias/Gng Guarulhos-Noticias/Gng Gru Guarulhos Home GnG Gru Guarulhos Minirreforma política poderá ser votada pelo Plenário

Minirreforma política poderá ser votada pelo Plenário

Minirreforma política poderá ser votada pelo Plenário

Postado 25-09-2013- as 19:23

Líderes partidários afirmaram que a Câmara poderá votar amanhã o projeto de minirreforma eleitoral que foi aprovado no Senado (PL 6397/13). A ideia é que as alterações possam valer já para as próximas eleições, em 2014.

Segundo o líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), o texto deverá ser objeto dedestaque principalmente para retirar o dispositivo que permite que concessionárias de serviços públicos (empresas de ônibus, de energia elétrica, de água e esgoto) façam doações para campanhas eleitorais. “Seria o mesmo que incluir no valor de uma obra pública aquilo que se está oferecendo a título de doação para os candidatos”, disse ele, completando que a medida poderia oficializar o caixa 2 de campanha.

A votação da proposta ainda hoje, em sessão extraordinária, chegou a ser defendida pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, e pelo coordenador do grupo de trabalho da reforma política na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP).

Alterações “cosméticas”
O deputado Henrique Fontana (PT-RS), relator da comissão especial que analisou a reforma política em 2011 e 2012, é contra uma minirreforma. Para ele, as alterações propostas são “cosméticas” e não mexem nas principais questões reclamadas pela população, como o atual modelo de financiamento de campanhas.

Fontana defende uma reforma mais ampla, como a sugerida pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), encabeçado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que propõe limite para gastos em todas as campanhas, proíbe doações de empresas e limita as doações de pessoas físicas a R$ 700.

Além de permitir doação de concessionárias de serviços públicos, a proposta de minirreforma que poderá ser votada amanhã determina, entre outras medidas, que não será considerada campanha antecipada a manifestação em redes sociais; a discussão de políticas públicas em eventos partidários; a realização e a divulgação de prévias em redes sociais; e a manifestação de opinião pessoal sobre questões político-partidárias em blogs, no Twitter, no Facebook e em outras redes sociais.

Minirreforma política poderá ser votada pelo Plenário

Minirreforma política poderá ser votada pelo Plenário

Minirreforma política poderá ser votada pelo Plenário

Minirreforma política poderá ser votada pelo Plenário

Minirreforma política poderá ser votada pelo Plenário

Minirreforma política poderá ser votada pelo Plenário

Minirreforma política poderá ser votada pelo Plenário

TAGS: