Guarulhos-Noticias/Gng Guarulhos-Noticias/Gng Gru Guarulhos Home GnG Gru Guarulhos Racionamento de água em Guarulhos afeta uma parte dos bairros atendidos pelo Sistema Alto Tietê

Racionamento de água em Guarulhos afeta uma parte dos bairros atendidos pelo Sistema Alto Tietê

Racionamento de água em Guarulhos afeta uma parte dos bairros atendidos pelo Sistema Alto Tietê

Seis bairros de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, vivem racionamento devido à redução do volume de água disponibilizado para uma parte da cidade por meio de rede que transfere água do Reservatório de Vila Industrial, em Itaquaquecetuba, pertencente ao Sistema Alto Tietê, operado pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Por esta entrada, a companhia estadual está entregando 200 litros de água por segundo, quando deveria entregar 300 litros de água por segundo. As oscilações começaram há três semanas, acentuaram-se há duas e agravaram-se na semana passada. O corte atinge 210 mil pessoas dos bairros Bonsucesso, Ponte Alta, Carmela, Bambi, Presidente Dutra e Inocoop.

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Guarulhos compra por atacado da Sabesp cerca de 87% da água que distribui, por meio dos Sistemas Cantareira (62%) e Alto Tietê (25%); os outros 13% de água correspondem à produção própria do município. Com exceção do volume fornecido via Reservatório de Vila Industrial, em Itaquaquecetuba, pertencente ao Sistema Alto Tietê, os demais volumes de água fornecidos pela Sabesp a Guarulhos estão normais, seja o que é disponibilizado por uma rede que transfere água do Reservatório de Ermelino Matarazzo (700 litros por segundo), também pertencente ao Sistema Alto Tietê, seja o que é fornecido pelo Sistema Cantareira (2.500 litros por segundo), que abastece o Reservatório Gopoúva (veja quadro explicativo).

O volume total de água fornecido pela Sabesp a Guarulhos pelo Sistema Alto Tietê seria de 1.000 litros por segundo, se não estivesse ocorrendo oscilação no volume que chega via Reservatório de Vila Industrial, em Itaquaquecetuba. O Saae de Guarulhos não atribui a oscilação ao nível do manancial do Sistema Alto Tietê, mas sim a uma possível readequação no sistema de distribuição pela Sabesp.

O Saae de Guarulhos tem realizado manobras no sistema de abastecimento, para distribuir de forma justa a água disponível para todo município. Como o sistema é interligado, essas manobras podem gerar períodos de desabastecimento em algumas regiões da cidade. Nos bairros Bonsucesso, Ponte Alta, Carmela, Bambi, Presidente Dutra e Inocoop, a autarquia municipal tem por objetivo manter o sistema de um dia com água para um dia sem água; mas, esta meta depende do volume de água entregue pela Sabesp por meio da rede que transfere água do Reservatório de Vila Industrial, em Itaquaquecetuba, pertencente ao Sistema Alto Tietê.

A autarquia municipal mantém uma equipe monitorando a situação. Os casos não atendidos pela rede de acordo com o sistema de um dia com água para um dia sem água serão abastecidos, emergencialmente, por caminhões-pipa. Os casos críticos deverão ser comunicados ao Saae de Guarulhos por meio do telefone 0800-101042, que atende, gratuitamente, 24 horas por dia.

O Saae de Guarulhos está em alerta quanto à iminência de racionamento também nas áreas atendidas pelo Sistema Cantareira; a autarquia municipal aguarda decisões a serem tomadas pela Sabesp. Conforme noticiado pela companhia estadual, o Sistema Cantareira está com o nível mais baixo dos últimos 10 anos.

O Saae de Guarulhos está com uma ampla campanha explicando a situação problemática do abastecimento de água, e pedindo a colaboração quanto ao uso racional da água. O conjunto de ações inclui comunicação via carro de som, cartazes, telemarketing e informes publicitários em emissoras de rádio e jornais impressos. Ao mesmo tempo, a autarquia municipal anunciou na quarta-feira, dia 5, a concessão de desconto na conta, para quem reduzir o consumo. O incentivo, que visa à economia de água no município, valerá para as faturas que chegarão aos consumidores entre março e setembro de 2014.

 

 

 

 

 

 

 

 

TAGS: