Guarulhos-Noticias/Gng Guarulhos-Noticias/Gng Gru Guarulhos Home GnG Gru Guarulhos CPI da Exploração Sexual de Crianças defende intervenção do governo em Coari (AM)

CPI da Exploração Sexual de Crianças defende intervenção do governo em Coari (AM)

Integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes da Câmara dos Deputados defenderam a intervenção do governo estadual no município de Coari, no Amazonas.

Os deputados estiveram na cidade na última sexta-feira (21) acompanhados de membros do Ministério Público e do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) para acompanhar as ações que estão sendo desenvolvidas para acabar com o esquema de exploração de meninas naquela cidade.

O prefeito de Coari, Adail Pinheiro, está preso desde o dia 8 de fevereiro. Adail é acusado de chefiar uma rede de exploração sexual de crianças e adolescentes no município. Mais cinco suspeitos foram presos a pedido do Ministério Público amazonense. Mesmo com a prisão do prefeito, muitas famílias reclamam que continuam sendo pressionadas para manter o silêncio e muitas vítimas tiveram que mudar da cidade por questões de segurança.

Segundo a presidente da CPI, deputada Erika Kokay (PT-DF), processos sigilosos do Conselho Tutelar foram violados por funcionários da Secretaria de Desenvolvimento Social. ” A prefeitura não pode invadir o conselho tutelar e vasculhar todas as fichas, porque isso quebra o sigilo, quebra a privacidade que é assegurada por lei. E não pode coibir, cercear o funcionamento do Conselho Tutelar desta forma, deixar de pagar conselheiros porque os conselheiros estão denunciando exploração sexual.”

Existem atualmente seis processos contra o prefeito de Coari. Dois deles foram incluídos no programa Justiça Plena, do Conselho Nacional de Justiça, o que vai garantir mais rapidez nas investigações.

Segundo a relatora da CPI, deputada Liliam Sá (Pros-RJ), no entanto, outros investigados por supostamente participarem da rede de pedofilia na região ainda estão soltos. Ela destaca também que há indícios de favorecimento a Adail Pinheiro no Judiciário local, o que já foi, inclusive, denunciado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A parlamentar lembra, ainda, que a CPI pediu ao CNJ a federalização dos crimes relacionados à rede de pedofilia investigada em Coari.

Operação Estocolmo
Liliam Sá informou que a comissão de inquérito apura se os casos de exploração sexual de crianças e adolescentes em Coari têm relação com os fatos descobertos pela Operação Estocolmo, da Polícia Civil amazonense, que investigou em Manaus uma rede de pedofilia a qual contaria com a participação de um deputado estadual, um cônsul da Holanda e vários empresários.