PF faz operação contra corrupção em cobranças de royalties da exploração mineral

PF faz operação contra corrupção em cobranças de royalties da exploração mineral

PF faz operação contra corrupção em cobranças de royalties da exploração mineral

09:50:11

Segundo as investigações, 65% da chamada compensação financeira pela exploração de recursos minerais têm como destino os municípios, que são o foco da operação realizada em 11 estados e no Distrito Federal

  • As buscas são feitas em 52 endereços. São cumpridos 12 mandados de prisão temporária, quatro de prisão preventiva e 29 de condução coercitiva, além do sequestro de três imóveis e o bloqueio de R$ 70 milhões

De acordo com o esquema investigado, o diretor do Departamento Nacional de Produção Mineral, que tinha informações privilegiadas sobre as dívidas de royalties, oferecia os serviços de dois escritórios de advocacia e uma empresa de consultoria aos municípios que tinham créditos da compensação financeira pela exploração de recursos minerais.

Somente no ano passado, segundo a Polícia Federal, os valores recolhidos pela compensação chegaram a quase R$ 1,6 bilhão.

O grupo se dividia em quatro grandes núcleos, de acordo com a PF: o captador, formado pelo diretor do Departamento Nacional de Produção Mineral e sua mulher; os escritórios de advocacia e a consultoria, em nome da mulher do diretor; o núcleo político, formado também por servidores públicos; e o núcleo colaborador, que se responsabilizava por esconder e dissimular o dinheiro.

Entre os investigados está um líder religioso que recebeu valores do principal escritório de advocacia investigado. A suspeita é de que tenha emprestado contas da instituição religiosa para ocultar o dinheiro ilícito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.