Guarulhos-Noticias/Gng Guarulhos-Noticias/Gng Gru Guarulhos Home GnG Gru Guarulhos Procuradoria-Geral da República vai investigar superfaturamento do trecho Norte do Rodoanel
Procuradoria-Geral da República vai investigar superfaturamento do trecho Norte do Rodoanel

Procuradoria-Geral da República vai investigar superfaturamento do trecho Norte do Rodoanel

Procuradoria-Geral da República vai investigar superfaturamento do trecho Norte do Rodoanel

Procuradoria-Geral da República vai investigar superfaturamento do trecho Norte do Rodoanel

Procuradoria-Geral da República vai investigar superfaturamento do trecho Norte do Rodoanel

22:09:07

Nome do deputado federal Eli Corrêa Filho é citado nas investigações. Ministério Público de SP encaminhou investigação por causa do foro privilegiado do parlamentar.


Terreno desapropriado para Rodoanel sobe oito vezes depois da avaliação do perito judicial

Procuradoria-Geral da República vai investigar superfaturamento do trecho Norte do Rodoanel

O Ministério Público de São Paulo enviou para a Procuradoria-Geral da República, em Brasília, a investigação sobre um possível superfaturamento em desapropriações de terras para a construção do trecho Norte do Rodoanel Mário Covas. Em apenas um dos casos de desapropriação, o preço subiu oito vezes depois da avaliação do perito judicial.

O nome do deputado federal Eli Corrêa Filho (DEM) é citado nas investigações. Como o deputado tem foro privilegiado, o caso foi enviado para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

O projeto do Rodoanel começou há quase 20 anos. O trecho Norte da via vai fechar o anel de rodovias que cortam a região metropolitana. Os 44 km de pistas vão ligar a Rodovia dos Bandeirantes à Via Dutra.

Procuradoria-Geral da República vai investigar superfaturamento do trecho Norte do Rodoanel

Procuradoria-Geral da República vai investigar superfaturamento do trecho Norte do Rodoanel
Procuradoria-Geral da República vai investigar superfaturamento do trecho Norte do Rodoanel

Obras do trecho Norte do Rodoanel (Foto: TV Globo/Reprodução)

A construção do trecho Norte teve início em 2013 e deveria ter sido entregue em fevereiro de 2016, mas só deve ser inaugurado no ano que vem.

Um terreno de Guarulhos com 230 mil metros quadrados, que fica perto do Aeroporto de Cumbica, receberia da Dersa R$ 9,7 milhões após a desapropriação. No entanto, o perito judicial estipulou o valor do terreno em R$ 71,5 milhões, oito vezes mais do que o valor inicial.

O terreno pertence a Francislene Assis de Almeida Corrêa, mulher do deputado federal Eli Corrêa Filho, candidato derrotado à Prefeitura de Guarulhos na última eleição. A Procuradoria-Geral do Estado desconfiou do valor e acionou o Ministério Público. De acordo com o MP, Francislaine mantém contas correntes em conjunto com o marido.

A investigação aberta no ano passado quebrou os sigilos fiscal e bancário de 15 pessoas e revelou movimentação de dinheiro entre juízes, peritos judiciais, advogados e donos de imóveis beneficiados com as desapropriações.

O juiz José Roberto Leme Alves de Oliveira, um dos responsáveis pelas desapropriações do trecho Norte, foi afastado pela Corregedoria do Tribunal de Justiça do estado.

O Tribunal de Justiça de São Paulo informou que o juiz foi afastado para apuração de eventual descumprimento do acórdão e que não há menção sobre participação do magistrado em suposto crime de corrupção ou de fraude.

noticias br

noticias br
noticias br