Brasil quer resolver questão de abastecimento de navios iranianos
Brasil quer resolver questão de abastecimento de navios iranianos

10:16:21

Sayonara Moreno

O presidente, Jair Bolsonaro, quer resolver o impasse com os navios iranianos, sem criar rusgas com o governo dos Estados Unidos. Nesta sexta-feira (26), o presidente defendeu que o problema precisa ser resolvido, porque o Irã fabrica armas nucleares, mas o Brasil não quer desagradar o governo de Donald Trump.

 

Essa negativa de os bancos receberem o pagamento do combustível é um dos entraves desse impasse. Dois navios iranianos estão ancorados no porto de Paranaguá, há quase dois meses.

 

Para retornarem ao país, precisam ser abastecidos. O problema é a falta de combustível nas embarcações, já que a Petrobras se nega [em abastece-los] alegando receio de sofrer sanções dos Estados Unidos.

 

Nessa quarta-feira (24), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Antônio Dias Toffoli, rejeitou pedido da Petrobras e a estatal continua obrigada a abastecer as embarcações. Segundo o magistrado, a venda de óleo para os iranianos não prejudica a soberania nacional, a ordem administrativa nem a economia do Brasil.

 

O presidente norte-americano, Donald Trump, impôs sanções ao Irã por causa do programa nuclear do país: na prática, os Estados Unidos punem a República Islâmica ao deixar de comprar produtos. Mas os alimentos e remédios estão fora dessa sanção.

 

As embarcações iranianas atracadas na costa brasileira vieram com ureia para o Brasil e estão carregadas de milho, comprados dos produtores nacionais. O Irã é um dos principais importadores do milho brasileiro, além de comprar soja e carne bovina.

 

De acordo com o Ministério da Economia, o Brasil exportou para o Irã o equivalente a mais de R$ 8 bilhões, no ano passado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.