//Portais de reclamação são cada vez mais buscados por consumidores insatisfeitos
Portais de reclamação são cada vez mais buscados por consumidores insatisfeitos

Portais de reclamação são cada vez mais buscados por consumidores insatisfeitos

Foto: Pixabay

Portais de reclamação têm se tornado cada vez mais populares no país. Eles prometem facilitar o contato dos clientes com as empresas e agilizar a resolução de problemas. O site ReclameAQUI está no ar desde 2001 e é considerado a principal ferramenta para manifestações de consumidores insatisfeitos com produtos ou serviços.

No portal, as empresas cadastradas têm a oportunidade de responder às reclamações publicamente e oferecer soluções. São mais de 15 milhões de usuários cadastrados, além de 120 mil empresas. Estima-se que diariamente, mais de 700 mil pessoas pesquisam as reputações das empresas antes de fechar um negócio.

É o caso do empresário Humberto Otaviano, de 34 anos. Ele passou a utilizar a plataforma após se frustrar com os Serviços de Atendimento ao Consumidor disponibilizados pelas companhias. “Acho que [o site] é uma ferramenta muito importante que veio para ajudar os consumidores e auxiliar as empresas a prestarem um bom atendimento”, diz Otaviano.

Ele conta ainda que criou o hábito de realizar compras apenas depois de checar a reputação das empresas no ReclameAQUI. “Hoje eu faço negócios com empresas, principalmente compras online nos e-commerces, depois de fazer uma verificação no site. Faço isso para ver a reputação da empresa, saber quanto tempo demora para entrarem em contato comigo caso ocorra algum problema”, explica o empresário.

O site disponibiliza rankings divididos por categorias, como melhores índices de solução e empresas com maior possibilidade de retorno do cliente para fechar um novo negócio. Aquelas que respondem mais rápido e solucionam mais problemas constroem uma reputação positiva. Segundo Felipe Paniago, diretor de operações do ReclameAQUI, o objetivo do portal é melhorar o ambiente de consumo de uma forma que, tanto consumidores quanto empresas, sejam beneficiados.

“Caso você tenha vivido algum problema com uma empresa, você tem um canal fácil e sem burocracia para reclamar. A reclamação fica exposta, e outros consumidores podem ler esse conteúdo e entender o problema que aconteceu”, esclarece Paniago.

O diretor destaca que as empresas são diretamente beneficiadas quando fornecem um bom atendimento no site. “É bom responder, é bom você estar em contato com o consumidor no canal que ele queira falar com você porque isso gera reputação. E reputação gera novas vendas”, disse.

Se um consumidor deseja reclamar de uma empresa que não está cadastrada no ReclameAQUI, ele pode solicitar o cadastramento da companhia. Para isso, deve enviar os dados da empresa para o site que faz a análise e realiza o procedimento.

O advogado Igor Britto, do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), afirma que é importante que o consumidor busque contato primeiro com o SAC dos estabelecimentos. “É importante o consumidor buscar essa solução diretamente com a empresa e, não conseguindo êxito, ele pode buscar uma dessas plataformas. Reclamar é um ato inerente do cidadão e do indivíduo consciente dos seus direitos”.