Na Feira do Empreendedor, a Gazeta News de Guarulhos teve a honra de entrevistar o Superintendente Regional do SEBRAE, Wilson Poit.

1
80
Na Feira do Empreendedor, a Gazeta News de Guarulhos teve a honra de entrevistar o Superintendente Regional do SEBRAE, Wilson Poit.
Na Feira do Empreendedor, a Gazeta News de Guarulhos teve a honra de entrevistar o Superintendente Regional do SEBRAE, Wilson Poit.
Por Guilherme Conde e Letícia Oliveira
 

09:27:19

Gazeta News de Guarulhos: Falamos com alguns expositores, como o UOL, e eles nos disseram que essa foi a Feira mais movimentada dos últimos tempos. Segundo o Jornal de Negócios, a estimativa era de 150 mil pessoas. Atingiu ou ultrapassou?

Wilson Poit: 150 mil pessoas era nossa meta. O que foi visto, tanto por mim no SEBRAE, que estou esse ano, mas para quem está há 20 anos, desde outras feiras, do começo da série histórica, observamos que nessa Feira, veio um público diferenciado, um público realmente interessado, não se vê passeio, se vê casais, pais e filhos interessados em empreendeder, ou seja, era um “empurrãozinho”, ou como disse o Governador (João Dória), um “empurrãozão”, porque quando o empreendedor faz sucesso, as pessoas costumam dizer: “nossa, você é um cara de sorte”, e é gente que estão com os pés em casa, que reclama da vida, do governo, mas não sai de casa. Quem veio aqui, teve mais de 500 ideias, teve muita aula ao vivo, capacitação técnico-empreendedora, acesso a crédito, e é só uma amostra do que o SEBRAE pode fazer, e faz a semana inteira, e em todos os escritórios, em Guarulhos, e em qualquer lugar. É só nos procurar!

 
GNG: Tivemos visitantes do interior, e eles citaram a importância da capacitação. Até pequenos expositores fizeram salas de aula improvisadas para transmitir conteúdo, isso será frequente, a importância do conteúdo?

 

WP: O SEBRAE tem que fazer aquilo que ele faz de melhor, queremos fazer uma Feira maior ano que vem, mas também queremos descentralizar essa Feira, fazendo feiras menores pelo interior do estado em parceria com a Associação Brasileira de Franchising (ABF). O SEBRAE está a revisar seu conteúdo, porque o empreendedor do futuro é mais digital, é mais em rede, cada vez mais conectado.
 

GNG: A Feira do Empreendedor atende esse, como diria Peter Drucker, “trabalhador do conhecimento”?

WP: A Feira está se adaptando a isso, o SEBRAE está se adaptando a isso, pois não sabemos como será daqui a 10 anos, o que nós sabemos, é que o SEBRAE quer estar junto! Quem não pôde vir, pode acompanhar pelo site do SEBRAE, a Feira não pára.
 

GNG: O Governador João Dória foi citado, e sabemos que, antes de ele retornar para a política, ele se destacou no ramo corporativo. Qual é a opinião dele, não só sobre a Feira, mas como o SEBRAE auxilia o empreendedor paulista?

WP: O Governador João Dória é um grande empreendedor, tem uma história pública, começou a trabalhar aos 12 anos de idade, teve uma infância difícil, com o exílio do pai dele, e a necessidade de ajudar a mãe, e modéstia a parte, ele acabou me convidando, porque eu também sou do ramo, também sou empreendedor, também trabalho desde os 12 anos de idade, só que diferente, trabalhei no interior, na roça, antes de vir para São Paulo. Posso dizer que o Governador está totalmente alinhado com o SEBRAE, ele é empreendedor, e recebi vários prefeitos falando em empreendedorismo, e o empreendedorismo é a saída para o Brasil, o Governador está muito alinhado com isso, e é uma das prioridades de campanha, junto com segurança e emprego.
 

GNG: Há um caso que é de Guarulhos, mas não só de Guarulhos, mas outras cidades como Santo André, São Bernardo do Campo, Osasco, eram cidades industriais há 20, 30 anos atrás, hoje não são mais. Como o SEBRAE pensa em auxiliar essas cidades, como Guarulhos?

WP: Muito serviço, é um dos setores que mais cresce. Aqui na Feira teve bastante desse setor, como profissionais da beleza, quem trabalha via aplicativo, quem pode fazer home office, quem faz comida em casa e o SEBRAE está bastante conectado com isso. O Governador não deixa de viajar pelo mundo para trazer grandes empresas, e ao mesmo tempo, o SEBRAE está a trabalhar internamente para auxiliar os pequenos empreendedores. Acredito que o SEBRAE tem um grande protagonismo, pois quem vai gerar os empregos que o estado precisa, que Guarulhos precisa, não serão os grandes, e sim, as pequenas e médias empresas, tanto que nesse aumento no número de empregos com carteira assinada, 92% são de pequenas e médias empresas.
 

GNG: A partir do olhar da sua gestão na superintendência regional, nesses quatro dias de Feira, a missão foi cumprida?

WP: Plenamente. Estou muito contente, atendi pessoas de todo o Brasil, falei com o pessoal do Amazonas, veio gente de todos os lugares, muitos amigos, muitos prefeitos. O retorno foi altamente positivo, estamos colhendo depoimentos, pesquisas, tudo dentro do esperado.

Facebook Plugins

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.