Dia Mundial da Osteoporose: cuidados preventivos incluem dieta saudável, exposição ao sol e atividades físicas

Dr. Renato Nieves Barreira
Foto: Leo Martins
Ads

Por Redação

Ortopedista e traumatologista explica que a doença geralmente é silenciosa e traz sérios riscos à saúde óssea

Embora seja silenciosa e, muitas vezes, seu surgimento não vem acompanhado de sintomas ou dor, a osteoporose é progressiva e pode trazer diversos prejuízos à massa óssea. Além disso, a doença já atinge pelo menos 20 milhões de brasileiros, conforme dados da Fundação Internacional da Osteoporose, publicados em 2020.

ADS

Segundo o ortopedista e traumatologista, especialista em ombro, cotovelo e osteoporose da Clínica Prime Regen, Dr. Renato Nieves Barreira, a osteoporose é uma condição osteometabólica, que causa perda da massa óssea e que faz com que os ossos fiquem mais porosos, finos, frágeis e suscetíveis a fraturas.

Essa é uma doença muitas vezes silenciosa, o que dificulta o diagnóstico e, geralmente, só é feito após uma fratura ou complicação ortopédica no paciente. É importante reforçar que ela pode atingir diversas partes do corpo, tais como: coluna, punho, braço e fêmur, sendo que este último membro citado é considerado bastante perigoso, pois pode trazer riscos à vida”, destacou o Dr. Renato.

O calendário reserva uma data de conscientização aos danos que a doença causa ao organismo, o Dia Mundial de Combate à Osteoporose, comemorado anualmente em 20 de outubro, que chama atenção para a importância de adotar diariamente hábitos que ajudem à prevenção do desenvolvimento desta condição.

Embora a osteoporose esteja mais presente na população acima dos 50 anos, é imprescindível que as medidas de prevenção sejam realizadas durante a vida toda, não apenas em determinada faixa etária. O ideal é ter uma rotina de exposição solar em horários recomendados e de forma moderada, e, claro, manter uma dieta equilibrada com ingestão de alimentos ricos em cálcio”, afirmou o especialista.

Além disso, o Dr. Renato reforça que a prática de atividades físicas também é indispensável. “Todos os cuidados devem ser feitos de forma rigorosa e com a prática de exercícios não é diferente, por isso, é importante incluir na rotina alguns minutos para serem dedicados aos esportes, mesmo que de leve intensidade, como caminhadas. Ainda, é preciso ter cuidado com o tabagismo e a ingestão de bebidas alcoólicas, e, claro, ter um acompanhamento médico regular para saber se está tudo certo com a saúde”, finaliza o ortopedista.

 

Sobre o especialista

Dr. Renato Nieves Barreira é médico Ortopedista e Traumatologista, especialista em ombro, cotovelo e osteoporose na Clínica Prime Regen e Membro da Sociedade Brasileira de Ombro e Cotovelo.

ADS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × um =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.