Durante sete décadas na França, padres abusaram de pelo menos 216 mil crianças

Durante sete décadas na França, padres abusaram de pelo menos 216 mil crianças
Durante sete décadas na França, padres abusaram de pelo menos 216 mil crianças
Ads

Os crimes teriam sido cometidos por pelo menos 3 mil padres e religiosos franceses nos últimos 70 anos.

04:04:53

Um relatório divulgado por uma comissão de investigação revelou que, cerca de 216 mil crianças foram vítimas de abusos sexuais nas mãos de clérigos desde 1950, dentro da Igreja Católica Francesa.

De acordo com Jean-Marc Sauvé, presidente da Comissão Independente Sobre os Abusos da Igreja (Ciase), o número de vítimas sobe para 330 mil quando considerados “agressores leigos que trabalham em instituições da Igreja Católica”, nomeados nas capelanias, professores nas escolas católicas ou em movimentos juvenis.

ADS

Os crimes teriam sido cometidos por pelo menos 3 mil padres e religiosos franceses nos últimos 70 anos.

Segundo as investigações, esses abusos representam apenas 4% de todos os casos em toda a sociedade francesa.

“O problema ainda não foi superado”, disse Sauvé, dando a indicação de que ainda acontece no seio da igreja. O papa Francisco recebeu o relatório de mais de 2 mil páginas “com dor” e tristeza.

O fundador da associação de vítimas La Parole Libérée (“A Palavra Libertada”), François Devaux, era uma criança de apenas 10 anos quando foi abusado por um padre.

Segundo Devaux, o escândalo ocorrido na França é o maior da história da Igreja Católica.

“Ele só foi descoberto graças ao trabalho científico da comissão, o qual mostrou que os abusos são intrínsecos ao sistema. Todas as nações têm que assumir a responsabilidade pelo relatório. Isso se torna um grande problema para a humanidade.”

Nesta quarta-feira (6), durante audiência semanal no Vaticano, o Papa Francisco disse:“Gostaria de expressar às vítimas minha tristeza e dor pelo trauma que sofreram. E também minha vergonha, nossa vergonha, minha vergonha pela incapacidade da Igreja por muito tempo de colocá-los no centro das preocupações”, disse o pontífice.

 

ADS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 − dezoito =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.