Famílias de pastores presos em Cuba pedem oração: “Eles estão matando pessoas”

Famílias de pastores presos em Cuba pedem oração: “Eles estão matando pessoas”
Famílias de pastores presos em Cuba pedem oração: “Eles estão matando pessoas”
Ads

12:11:19

Esposa de pastor preso denuncia abusos e maus tratos do regime comunista.

Depois que dois pastores evangélicos foram presos em Cuba, na região de Matanza, Yéremi Blanco Ramírez e Yarián Sierra, por causa dos protestos no domingo, Jatniel Pérez, diretor do Seminário Carey, denunciou para a comunidade internacional, como mostramos aqui.

Agora, as famílias continuam sem contato com eles e temem  mais repressão nos próximos dias no país. Pérez pediu oração pela situação e também para que as pessoas divulguem na mídia social o caso para criar pressão no regime comunista.

O pastor contou que a situação está grave, e que as duas famílias estão sofrendo muito. Geralmente, eles prendem por três dias, mas agora parece que Blanco e Sierra irão ficar lá por 14 dias, podendo pegar de 5 a 7 anos de prisão por ter participado da marcha, segundo informações.

Pérez disse que nunca presenciou uma situação dessa no país, onde as pessoas estão contra o regime por causa da fome e da miséria, por isso ele teme que esses pastores possam servir de exemplo para que outros não se opõem contra o comunismo.

 

ADS

Apelo a comunidade cristã internacional

A esposa de Blanco, Adelys Rodrígues Reyes, explicou a situação nas redes sociais e disse que sua família e a de Sierra estão desesperados, pois são proibidos de ter contato com eles e nem recebem informações de suas condições, e pediu orações para cristãos de todo o mundo.

“Quanto tempo teremos para suportar os abusos, os maus tratos, as injustiças! Peço ao mundo, por favor, eles estão matando pessoas , batendo nelas, matando pais na frente de seus filhos. Ajude-nos! Nossas famílias estão sofrendo”, escreveu ela.

Yéremi tem três filhos, dois meninos e uma menina, Yarián tem um filho com problemas mentais, e as duas famílias dependem deles para o sustento, principalmente por causa da escassez de medicamentos e alimentos durante a pandemia.

Nesse sentido, Pérez também pediu em em sua entrevista para o Evangelical Focus, que cristãos de todo o mundo orem e compartilhem o quanto puder para que o governo cubano veja que pessoas e organizações estão preocupadas com isso.

ADS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × quatro =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.