“Isso vai ter uma consequência, obviamente”, diz Bolsonaro sobre fala de presidente da Petrobras

"Isso vai ter uma consequência, obviamente", diz Bolsonaro sobre fala de presidente da Petrobras

Rede Gazeta News Guarulhos

 

21:08:26

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro afirmou em transmissão na noite desta quinta-feira pelas redes sociais que “obviamente” vai ter consequência a fala do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, que dias atrás havia dito que a ameaça de greve de caminhoneiros não era problema da Petrobras.

Na live, Bolsonaro reclamou dos preços dos combustíveis e anunciou medidas com o objetivo de reduzi-los.

“Nós acusamos responsabilidade de todo mundo. Pessoal, ninguém dá bola pra nada. Você vai na Receita: ‘Você, da Receita, não fiscaliza por quê?’ O cara não tem resposta. Eu não posso chamar atenção da Agência Nacional de Petróleo, porque é independente, mas tem atribuição também. Não faz nada”, disse.

“Você vai em cima da Petrobras e ela fala: ‘Opa, não é obrigação minha’. Ou, como disse o presidente da Petrobras, há questão de poucos dias, né: ‘eu não tenho nada a ver com caminhoneiro. Eu aumento o preço aqui, não tenho nada a ver com caminhoneiro’. Foi o que ele falou, o presidente da Petrobras. Isso vai ter uma consequência, obviamente. Não tenho nada a ver com isso”, emendou.

Em um evento no final de janeiro, o presidente da Petrobras disse que a ameaça de greve de caminhoneiros, que buscava pressionar pela redução de preços do diesel, não era problema da estatal, que pratica preços de paridade internacional.

“Este é um problema que não é da Petrobras”, afirmou Castello Branco, na ocasião.

A paralisação prevista para o início de fevereiro, entretanto, não teve adesão entre os caminhoneiros. Uma greve anterior, em 2018, criou grandes prejuízos econômicos para o país.

Bolsonaro tem um forte ligação, desde a época da campanha, com os caminhoneiros e tem anunciado uma série de medidas para a categoria durante a sua gestão.

Procurada pela Reuters, a assessoria da Petrobras disse que não iria comentar as declarações de Bolsonaro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.