Jesus arquiva pedido de cassação do mandato do prefeito Sebastião Almeida

    Jesus arquiva pedido de cassação do mandato do prefeito Sebastião Almeida
    Jesus arquiva pedido de cassação do mandato do prefeito Sebastião Almeida

    Jesus arquiva pedido de cassação do mandato do prefeito Sebastião Almeida

    Jesus arquiva pedido de cassação do mandato do prefeito Sebastião Almeida

    Jesus arquiva pedido de cassação do mandato do prefeito Sebastião Almeida

    Convocadas sessões extraordinárias para quarta-feira (30) para deliberação de requerimentos e projetos

     

    10:46:50

    por Renata Moreira

    Karina Yamada

    O presidente da Câmara de Guarulhos, vereador Prof. Jesus (DEM), arquivou o pedido de impeachment contra o prefeito Sebastião Almeida, protocolado em 10 de março pelo jornalista e suplente de vereador, Mauricio Siqueira, presidente do Partido Solidariedade. A decisão foi lida no Plenário durante a sessão desta terça-feira (29). Jesus disse que seria um paradoxo abrir um processo de cassação de mandato do prefeito, pois os vereadores aprovaram as contas de Almeida.

    A rejeição das contas pelo Tribunal de Contas era um dos principais argumentos apontados pelo autor do pedido. “Eu reavaliei e decidi arquivar o pedido. Estou amparado pelos advogados da Casa. Como presidente eu posso fazer isso”, disse Jesus, ao ter sua decisão questionada pelo vereador e líder da Oposição, Geraldo Celestino (PSDB). “Não tem moleque nesse Plenário, com uma canetada, após uma reunião com a base, o senhor vem com essa surpresa”, protestou o tucano.

    Jesus arquiva pedido de cassação do mandato do prefeito Sebastião Almeida
    Jesus arquiva pedido de cassação do mandato do prefeito Sebastião Almeida

    Celestino solicitou a leitura da primeira decisão em relação à denúncia, assinada pelo presidente no dia 17 de março, mas dessa vez teve seu pedido indeferido. O vereador tucano prometeu recorrer à Justiça para reverter o arquivamento. O autor do pedido acompanhou a sessão da galeria, mas nada pode fazer. O presidente aproveitou a discussão para informar sua saída do PDT e ingresso no DEM.

    O Democratas conta agora com quatro parlamentares na bancada: Prof. Jesus, Daniel Soares, Ramos da Padaria, além de Romildo Santos. “Respeito a decisão do presidente de arquivar o pedido de cassação, mas a partir desta data o DEM é Oposição ao PT, ao Governo Municipal”, disse Romildo.

     

    Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.