Mudanças climáticas é tema do programa Câmara em Pauta

    Mudanças climáticas é tema do programa Câmara em Pauta
    Mudanças climáticas é tema do programa Câmara em Pauta

    Rede Gazeta News Guarulhos

     

    Mudanças climáticas é tema do programa Câmara em Pauta

    Mudanças climáticas é tema do programa Câmara em Pauta

    Mudanças climáticas é tema do programa Câmara em Pauta

    Facebook

     

    Especialistas explicam causas e consequências da alteração climática nas últimas décadas e sugerem atitudes para preservação do planeta

     

    15 de abril de 2016 – 10:16

    por Nicole Pedroso

    Vera Jursys

     

    Temperaturas acima da média, secas, fenômenos extremos da natureza que dizimam milhares de pessoas em várias partes do planeta estão entre as consequências das alterações climáticas notadas desde o século XX. Hoje, a temperatura média mundial está 1,5ºC maior em relação ao período pré-industrial e, acredita-se que, até o fim deste século, ela aumente mais 4ºC. Tal ocorrência abalaria seriamente a fauna e a flora do planeta, descongelaria geleiras e aumentaria o nível do mar. Em razão disso, países têm se reunido para definir metas e limitar esse aumento de temperatura, através de atitudes sustentáveis. No ranking dos maiores temores da humanidade, as mudanças climáticas serão discutidas no programa Câmara em Pauta que vai ao ar nesta sexta-feira (15).

    Para tratar do tema, foram convidados o geógrafo e professor do Programa de Mestrado de Análise Geoambiental da UNG, Anderson Targino; o gerente de Mudanças Climáticas do ICLEI (Governos Locais pela Sustentabilidade), Igor Reis de Albuquerque, e o meteorologista do Centro de Ciência do Sistema Terrestre do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Lincoln Alves.

     

    Temperaturas acima da média, secas, fenômenos extremos da natureza que dizimam milhares de pessoas em várias partes do planeta estão entre as consequências das alterações climáticas notadas desde o século XX. Hoje, a temperatura média mundial está 1,5ºC maior em relação ao período pré-industrial e, acredita-se que, até o fim deste século, ela aumente mais 4ºC. Tal ocorrência abalaria seriamente a fauna e a flora do planeta, descongelaria geleiras e aumentaria o nível do mar. Em razão disso, países têm se reunido para definir metas e limitar esse aumento de temperatura, através de atitudes sustentáveis. No ranking dos maiores temores da humanidade, as mudanças climáticas serão discutidas no programa Câmara em Pauta que vai ao ar nesta sexta-feira (15).

    Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.