Pesquisa Negativados 2021

90% dos brasileiros ganham menos de R$ 3,5 mil; confira sua posição na lista
Pesquisa mostra sobre Inadimplentes em 2021
Ads

Por Redação

Para essa pesquisa, foram ouvidas 2.790 pessoas, de modo que o nível de confiança do estudo é de 95% com uma margem de erro de 1,9 pontos percentuais, cálculo baseado na estimativa populacional brasileira para 2021 dada pelo IBGE (213,3 milhões de habitantes). O questionário online esteve disponível durante o período de 05 a 23 de novembro de 2021. 

Pontos de destaque 

ADS

– 44,3% dos respondentes estão negativados; 

– 24,4% nunca estiveram negativados; 

– 46,1% das pessoas se negativaram com contas de cartão de crédito e crediários; – Em média, os respondentes estão negativados há 2 anos e 2 meses; – Em média, os respondentes possuem 2 dívidas; 

– Em média, o valor total das dívidas do respondentes é de R$2.632,75; – 45,9% das pessoas nas classes C, D e E estão negativadas, enquanto, apenas 27,6% das pessoas das classes A e B estão negativados, ou seja, a taxa de negativação entre as pessoas das classes C, D e E é 66,7% maior que entre as pessoas das classes A e B; 

– A faixa etária com maior taxa de negativado é a de 35 a 44 anos, onde, nesse grupo, 47,5% estão negativados; 

– Jovens entre 18 e 24 anos são os que menos ficaram negativos, 46,8% das pessoas nessa faixa afirmaram nunca terem ficado negativados; 

– Dos jovens entre 18 e 24 anos – 74,7% estão negativados pela primeira vez; deste mesmo grupo, 37,1% estão negativados a menos de 1 ano e 41,8% possuem 1 dívida; 

– 46% dos respondentes afirmam não ter condições de pagar as dívidas com o orçamento atual, essa taxa é ainda maior no grupo de 65 anos ou mais, onde 62,5% não têm condições de pagar as dívidas.

Comparativo 2021 vs 2020 

A Foregon realizou pesquisa de mesmo caráter no início de 2020, por isso, trouxemos alguns comparativos interessantes entre as duas amostragens abaixo: 

Pesquisa 2020 

Metodologia 

Para essa pesquisa, ouvimos 5.908 usuários, de modo que o nível de confiança do estudo é de 95% com uma margem de erro de 1,3 pontos percentuais, cálculo baseado na estimativa populacional brasileira para 2019 dada pelo IBGE (210,2 milhões de habitantes). O questionário online esteve disponível durante o período de 30 de dezembro de 2019 a 13 de janeiro de 2020. 

1- Você está negativado? 

2020 – sim 28,9% 

2021 – sim 44,3% 

Aumento de 53,2% de negativados de 2020 para 2021. 

2- Já esteve negativado outras vezes? 

2020 32,9% responderam Sim 

2021 51,5%, aumento de 56,5% 

3- Qual tipo de conta te negativou? 

As contas que mais cresceram em representatividade no motivo de negativação, foram:

Aluguel: aumento de 43,9% de 2020 para 2021 

Conta de água e/ou luz: aumento de 58,7% de 2020 para 2021 

Cartão de crédito continua sendo o maior motivo de negativação, representando 28,7% em 2020 e 25,2% em 2021 

4- Número de dívidas negativadas 

Pessoas com 1 dívida: queda de 31,9% de 2020 para 2021 

Pessoas com 2 a 5 dívidas: aumento de 17,8% de 2020 para 2021 

Pessoas com mais de 5 dívidas: aumento de 155,9% de 2020 para 2021 

5 – Valor da dívida 

Aumento de 17,9% na média do valor total da dívida, de R$2.232,31 em 2020 para R$2.632,75 em 2021.

ADS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 − oito =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.