/Correções

Correções

Política de correções

Share this:

Padrões da Comunidade

Correções 1

Correções 2
INTRODUÇÃO

Todos os dias, as pessoas usam o Facebook para compartilhar experiências, conectar-se com amigos e familiares, e criar comunidades. Somos um serviço que permite que mais de dois bilhões de pessoas se expressem livremente em culturas e países diversos e em dezenas de idiomas.

Reconhecemos a importância do Facebook como um local onde as pessoas sintam que têm poder de comunicação e levamos a sério nosso papel de eliminar de nossos serviços todo tipo de abuso. Por essa razão, desenvolvemos um conjunto de Padrões da Comunidade que detalham o que é ou não permitido no Facebook. Nossas políticas são baseadas no feedback de nossa comunidade e nos conselhos de especialistas de algumas áreas, como tecnologia, segurança pública e direitos humanos. Para garantir que todas as vozes sejam valorizadas, criamos com muito cuidado políticas incluindo diferentes pontos de vista e crenças, em especial de pessoas e comunidades que possam ser ignoradas ou marginalizadas.

Correções 3

REFORÇANDO NOSSO COMPROMISSO COM AS VOZES

O objetivo de nossos Padrões da Comunidade sempre foi criar um espaço para expressão e dar voz às pessoas. Isso não mudou e não mudará. Criar uma comunidade e unir pessoas depende da capacidade de compartilhar diversos pontos de vista, experiências, ideias e informações. Queremos que as pessoas possam falar abertamente sobre os assuntos importantes para elas, ainda que sejam temas que geram controvérsias e objeções. Em alguns casos, permitimos conteúdo que poderia ir contra nossos Padrões da Comunidade, caso seja interessante e tenha utilidade pública. Para fazer esses julgamentos, consideramos o valor do interesse público e o risco de dano, bem como observamos os padrões internacionais relativos a direitos humanos.

Nosso comprometimento com a expressão é uma prioridade, mas reconhecemos que a internet cria novas e muitas oportunidades de abuso. Por isso, quando limitamos a expressão, isso é feito com base em um ou mais dos seguintes valores:

Correções 4

Autenticidade: queremos garantir que o conteúdo que as pessoas estão vendo no Facebook é autêntico. Acreditamos que a autenticidade cria um ambiente melhor para o compartilhamento, e é por isso que não queremos que as pessoas usem o Facebook para falsificar a própria identidade ou o que estão fazendo.

Correções 5

Segurança: temos o compromisso de fazer com que o Facebook seja um lugar seguro. Manifestações contendo ameaças podem intimidar, excluir ou silenciar pessoas, e não isso não é permitido no Facebook.

Correções 6

Privacidade: temos o compromisso de proteger a privacidade e as informações pessoais. A privacidade dá às pessoas a liberdade de ser quem elas realmente são, escolher como e quando compartilhar no Facebook e criar conexões mais facilmente.

Correções 7

Dignidade: acreditamos que todas as pessoas são iguais no que diz respeito à dignidade e a direitos. Esperamos que as pessoas respeitem a dignidade alheia e não assediem ou difamem terceiros.

Nossos Padrões da Comunidade se aplicam a todos, no mundo inteiro, e a todos os tipos de conteúdo. Eles foram concebidos para que fossem abrangentes. Por exemplo, o conteúdo que talvez não seja considerado discurso de ódio ainda pode ser removido por violação de uma política diferente. Reconhecemos que as palavras têm diferentes significados ou afetam as pessoas de maneiras diversas dependendo da comunidade local, idioma ou origem. Trabalhamos com muito empenho para representar essas nuances e procuramos aplicar nossas políticas de forma consistente e justa às pessoas e expressões individuais.

As pessoas podem denunciar conteúdo com potencial de violação, inclusive Páginas, grupos, perfis, conteúdo individual e comentários. Além disso, damos às pessoas controle sobre a própria experiência, permitindo a elas bloqueardeixar de seguir ou ocultar pessoas e publicações.

As consequências da violação dos Padrões da Comunidade variam de acordo com a gravidade e com o histórico do usuário na plataforma. Por exemplo, podemos notificar alguém por uma primeira violação, mas se a pessoa persistir na violação de nossas políticas, podemos restringir sua possibilidade de publicar no Facebook ou mesmo desativar seu perfil. Também podemos notificar as autoridades quando julgarmos haver um risco real de danos físicos ou ameaça direta à segurança pública.

Nossos Padrões da Comunidade são um guia sobre o que é ou não permitido no Facebook. É nesse espírito que pedimos aos membros da comunidade do Facebook para seguir estas diretrizes.