Seleção brasileira demora a engrenar, mas bate a Colômbia e garante vaga na Copa do Catar

Seleção brasileira demora a engrenar, mas bate a Colômbia e garante vaga na Copa do Catar
Seleção brasileira demora a engrenar, mas bate a Colômbia e garante vaga na Copa do Catar
Ads

06:07:28

 

Brasil está oficialmente na Copa do Mundo do Catar. Garantiu matematicamente sua classificação ao vencer a Colômbia por 1 a 0 nesta quinta-feira à noite, na Neo Química Arena. Com 34 pontos em 12 partidas a seleção ficará no mínimo em quarto lugar nas Eliminatórias Sul-Americanas – classificam-se quatro equipes diretamente e a quinta colocada vai para a repescagem.

No final da partida, cerca de uma dezena de torcedores invadiram a arena para comemorar com os jogadores, dando trabalho para a segurança.

 

A classificação foi vista de perto pelo garoto Bruninho, hostilizado do domingo na Vila Belmiro pela torcida do Santos por ter pedido a camisa do goleiro Jailson, do Palmeiras. No dia anterior ele havia sido convidado pelo técnico Tite para conhecer a seleção e nesta quinta foi levado com o pai, Moisés para assistir o jogo.

ADS

JOGO DURO

A partida de quinta foi bastante dura para a seleção brasileira. O bem montado time colombiano não se inibe em jogar de forma forte, mas às vezes violenta e até desleal. Fizeram 12 faltas no primeiro tempo – o Brasil não ficou muito atrás, pois cometeu 11 -, algumas pesadas, que renderam três cartões amarelos aos comandados por Reinaldo Rueda. O alvo preferido, claro, foi Neymar.

A equipe de Tite demorou a engrenar. Nos 20 primeiros minutos, além da forte marcação adversária, também sofreu com a própria lentidão.

A Colômbia deu alguns sustos, como em uma chute de Barríos que passou rente ao travessão na primeira boa jogada da partida e num chute de primeira do bom Luiz Díaz, que por pouco não surpreendeu o goleiro Alisson.

O Brasil, com Neymar livre para flutuar pelo campo, e boa movimentação de Lucas Paquetá e Raphinha, só melhorou nos 20 minutos finais da etapa, quando acelerou mais um jogo e quando esses dois jogadores ficaram ainda mais abertos, para aumentar os espaços.

Por duas vezes, esteve muito perto do gol. Quando Danilo acertou a trave após receber de Raphinha e penetrar em diagonal; e em cabeçada de Marquinhos que passou ‘tirando tinta’ da trave após uma cobrança de escanteio.

 

Galeria: ATUAÇÕES: Em jogo truncado, Paquetá resolve e leva a maior nota na vitória do Brasil diante da Colômbia (LANCE!)

Em partida válida pela 13ª rodada das Eliminatórias da Copa, o Brasil venceu a Colômbia por 1 a 0, com gol de Lucas Paquetá. Veja as notas dos jogadores da Seleção Brasileira e os pontos positivos e negativos da seleção Cafetera. (feito por Rafael Marson)

Tite tornou a equipe mais ofensiva na etapa final, colocando Vinícius Junior no lugar de Fred, que já tinha cartão amarelo. Mas a Colômbia, com cinco no meio de campo, não permitiu ao Brasil uma grande pressão. Uma falta cobrada por Neymar, que Ospina espalmou, foi a única chance nos 15 primeiros minutos.

TIME LEVE

Então, Tite mexeu de novo. Trocou o de novo apagado Gabriel Jesus – que saiu vaiado – por Matheus Cunha e Raphinha, nesta quinta apenas regular, por Antony.

O time ficou mais leve, mais atrevido, e pouco depois saiu o gol. Mas saiu em jogada de três jogadores que já estavam em campo. Marquinhos recuperou uma bola e tocou para Neymar, com belo toque, deixar Paquetá na frente de Ospina. O goleiro colombiano ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar que ela morresse sutilmente na rede.A classificação estava garantida, para alegria dos 22.080 presentes na arena. Um público aquém do esperado, mas que teve o que comemorar.

FICHA TÉCNICA:

BRASIL 1×0 COLÔMBIA

BRASIL – Alisson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Fred (Vinícius Jr.) e Lucas Paquetá (Fabinho); Raphinha (Antony), Gabriel Jesus (Matheus Cunha) e Neymar. Técnico: Tite.

COLÔMBIA – Ospina; Munõz (James Rodríguez), Davinson Sanchez, Tesillo e Mojica (Cuellar); Barrios (Muriel), Lerma, Yario Moreno, Cuadrado, Luiz Díaz (Martínez); Zapata (Borja). Técnico: Reinaldo Rueda.

GOLS – Lucas Paquetá, aos 26 min do segundo tempo.

JUIZ – Roberto Tobar (CHI).

CARTÕES AMARELOS – Mojica, Cuadrado, Fred, Barríos, Neymar, Casemiro, Vinicius Junior.

PÚBLICO – 22.080 presentes.

RENDA – R$ 7.111. 200,00.

LOCAL – Neo Química Arena.

ADS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

11 − seis =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.