Start-up de ensino de idiomas, Beetools oferece ‘franquia virtual’ inicial a empreendedor atingido pela pandemia

Ads

Por Redação

‘Franquia figital progressiva’ permite ao interessado começar de modo remoto e só migrar para o presencial quando o retorno for suficiente para a abertura de uma unidade física

Franquia Figital Progressiva”: este é o nome do modelo de franquias lançado pela Beetools, start-up com sede em Curitiba que lança mão da realidade virtual e do conceito de gameficação para o ensino da língua inglesa. A franquia figital oferece ao empreendedor interessado a possibilidade de iniciar a operação de forma remota e migrar para o modelo presencial apenas quando a rentabilidade for suficiente para a abertura de uma unidade.

A intenção do modelo de franquia é reduzir o investimento inicial e, deste modo, entrar no radar de pessoas com vocação para o empreendedorismo, mas que foram atingidas pela pandemia da Covid-19. Em paralelo, o método aguça a vontade do estudante já habituado e familiarizado com o universo dos games e da realidade virtual.

O valor previsto para investimento inicial na franquia da edtech é de R$ 115 mil. O retorno está estimado em 15 meses. Mais: em dois anos, esse investidor teria condições de gerar R$ 200 mil, montante calculado para a montagem de uma unidade física, com retorno estimado em até 28 meses.

Tudo o que o empreendedor interessado no modelo precisa é de uma sala pequena ou escritório, que pode ser dentro de sua própria residência, materiais para as aulas, que incluem óculos de realidade virtual, e um professor de idiomas. Com isso, já é possível oferecer aulas remotas. Além de dispensar salas para as classes presenciais, o modelo de franquia não exige adaptação à identidade visual da Beetools.

ADS

Aluno protagonista e “beecoins”

Ao fazer a matrícula, o aluno recebe os óculos virtuais. A metodologia de ensino adotada pela start-up coloca o estudante como protagonista do processo de aprendizagem e o professor como mentor. Em um aplicativo, o aluno realiza exercícios, ganha “beecoins” e troca por crédito de aulas, brindes e outras vantagens.

Mesmo em meio à pandemia, a Beetools fechou 2020 com mais de 5 mil alunos matriculados, 150% acima do registrado no ano anterior. A projeção para este ano é chegar a 25 mil estudantes, crescimento que deve vir sustentado pelo avanço das franquias. O objetivo é encerrar 2021 com 80 unidades franqueadas.

O modelo é ideal não apenas para o momento delicado pelo qual estamos passando, mas para além dele”, conta Rawlinson Terrabuio, CEO da Beetools. “Com a vida cada vez mais corrida, nada melhor do que poder aprender um idioma fundamental como o inglês sem precisar de grandes deslocamentos e, assim, economizar tempo e dinheiro. Essa praticidade, somada à nossa metodologia, é o grande trunfo do nosso modelo de negócios. Deste modo, os resultados estimados de retorno ao empreendedor são factíveis, porque ele terá em mãos algo que o presente e o futuro vão pedir cada vez mais, e um público-alvo interessado nas possibilidades infinitas de aprendizado que a tecnologia oferece”, acrescenta.

ADS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × 4 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.