TÁ COM ALUGUEL ATRASADO? VOLTA R$600 R$1.200 JANONES DÁ 2 EXCELENTES NOTÍCIAS AUXÍLIO EMERGENCIAL E

TÁ COM ALUGUEL ATRASADO? VOLTA R$600 R$1.200 JANONES DÁ 2 EXCELENTES NOTÍCIAS AUXÍLIO EMERGENCIAL E
TÁ COM ALUGUEL ATRASADO? VOLTA R$600 R$1.200 JANONES DÁ 2 EXCELENTES NOTÍCIAS AUXÍLIO EMERGENCIAL E
Ads

23:00:36

Governadores querem a volta do auxílio emergencial no valor de R$ 600. São ao todo 16 governadores que assinaram uma carta aos presidentes da Câmara dos Deputados e ao Senado pedindo a aprovação de um auxílio com o mesmo valor critérios que haviam no ano passado para recebimento do benefício. Confira as novas regras do auxílio emergencial: o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou a MP (Medida Provisória) que cria o novo auxílio emergencial, para trabalhadores informais e beneficiários do Bolsa Família. O auxílio emergencial 2021 será pago a partir de abril, em quatro parcelas, com valores de R$ 150, R$ 250 ou R$ 375, dependendo da família Os novos pagamentos do auxílio emergencial irão começar no próximo mês, a princípio pelo Caixa Tem, mas algumas mudanças estão previstas em relação ao ano passado. Na Medida Provisória que autoriza a nova rodada, a principal alteração diz respeito ao valor pago a cada beneficiário, que irá variar de acordo com a composição familiar. O auxílio emergencial pode ser liberado já na primeira semana de abril, visando conter os efeitos da pandemia de coronavírus, na vida da população mais vulnerável. Veja a seguir como funcionarão os próximos pagamentos. No momento em que a PEC Emergencial for aprovada na Câmara e promulgada o governo federal editará a Medida Provisória com todas as regras bem como valores, duração e condições da nova rodada de pagamentos. Até lá, muito se especula, bem como membros do governo dão indícios de como será a nova rodada de pagamentos. Para membros da equipe econômica, o retorno dos pagamentos do auxílio deverá funcionar como uma espécie de “PEC de guerra”, para todos os momentos de excepcionalidade do país, estados e municípios. O projeto deve ser incluído à proposta de emenda à Constituição (PEC) do pacto federativo, no Senado, em uma cláusula de calamidade.

ADS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

13 − quatro =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.